Postagem em destaque

CONTOS ERÓTICOS:Sendo usado e abusado por meus amigos

Sendo usado e abusado por meus amigos           Bem essa história aconteceu entre eu e meu delicioso amigo Gustavo e um amigo dele, o Gael ...

domingo, 26 de agosto de 2012

andré morais(astro pornô nacional)

andré morais(astro pornô nacional)

HOMENS:Infográfico traz dicas simples para fazer um striptease profissional


As mulheres costumam gostar de ver um homem dançando para elas. Mas, para não correr o risco de virar motivo de piada, sonde a parceira para saber o que ela pensa de um striptease. Conte alguma história, falando que um amigo fez strip para namorada, e veja como ela reage. Se a ideia for bem recebida, não hesite em surpreendê-la.
  • Ao contrário das mulheres, os homens que vão fazer strip para suas parceiras não precisam espalhar pétalas de rosas pelo ambiente. No máximo, dê algumas rosas de presente, como sinal de carinho. O ideal é ir a um motel. Se tiver filhos, peça para alguém cuidar das crianças no dia, para não correr o risco de ser interrompido por elas.
    Deixe a luz baixa e o som em uma altura agradável. O homem ainda pode servir algum drinque para descontrair.
  • O stripper de primeira viagem deve optar por um smoking ou terno com gravata. Se escolher o primeiro traje, use o acessório tipo borboleta. E essa é a primeira peça a ser retirada.
    Paletó e camisa são as próximas peças a serem despidas, seguidas por sapatos e meias. A calça é a última a sair.
    Não tire a cueca. A nudez faz com que a brincadeira perca um pouco do
  • O segredo é nunca ficar parado e, principalmente, brincar com o olhar. O estado mental também é tão importante quanto o figurino ou qualquer outro preparativo. Na hora em que o homem vai dançar para a mulher, ele tem de se garantir, pois se a parceira der um sorrisinho, ele desmonta, mas nunca pode parar.
    Brinque com a parceira para provocá-la e não deixe-a tocar em você. Diga coisas como: “Eu sei o que você quer, mas eu não vou te dar”.
    A seleção musical depende da facilidade que a pessoa tem para dançar o ritmo. Também é importante escolher faixas que agradem aos dois. Para não dar algum fora na hora da dança, decore as batidas e pausas da música.

    Infográfico traz dicas simples para fazer um striptease profissional



    Comece mandando algum tipo de aviso para o parceiro, como uma mensagem no celular ou e-mail, alertando que preparou uma noite diferente para o casal. As surpresas, muitas vezes, nem sempre são bem recebidas e podem assustar. Outra tática é mandar uma lingerie para o trabalho dele, alertando que o pacote deve ser aberto quando ninguém estiver por perto.
    Hora de preparar o ambiente em que a dança será feita. Escolha um lugar em que os dois se sintam à vontade. O ideal é ir a um motel ou decorar a casa com pétalas de flores e velas. Se tiver filhos, peça para alguém cuidar das crianças no dia.
    Se quiser incrementar o strip, use uma cadeira. Coloque o parceiro sentado e amarre apenas uma de suas mãos. Se ele estiver te agarrando, dê uns tapinhas nas mãos dele, impondo limites como uma boa dominadora e continue a dança.
    Para o primeiro strip, é recomendável usar apenas uma calcinha e um sutiã que valorizem o corpo e uma camisola ou vestido. Esqueça as meias 7/8 ou cinta liga. Apesar de deixarem um visual bastante sexy, é necessária muita experiência para tirá-las sem fazer feio.
    A ordem de tirar as peças de roupa é a seguinte: comece pela camisola, em seguida tire o sutiã, depois a calcinha. Por último, o salto alto. Se ficar insegura de que a última peça pode enroscar nos sapatos, descalce-os ao tirar a calcinha.
    Livre-se de uma peça de cada vez, vagarosamente. Enquanto se despe, acaricie o próprio corpo. Com as mãos, deixe a alça da camisola cair e coloque-a de volta no lugar. Depois, sorria, dance, provoque o parceiro e, por fim, tire o traje. Repita o processo com as outras peças.
    As regras mais importantes do strip são jamais parar de mexer o quadril e hipnotizar o parceiro com o olhar e postura. Outra ideia interessante é, durante a dança, andar como se fosse uma modelo em um desfile. O ideal é alternar dança e desfile. A mulher não deve conversar com o parceiro durante a performance. No máximo, ela pode cantarolar a música que estiver tocando.
    O olhar deve ser firme e a dançarina pode sorrir de vez em quando, só não pode cair na gargalhada.
    Se estiver com vergonha, vire de costas para o parceiro enquanto dança, rebolando. Não esqueça de repetir várias vezes internamente: “Sou bonita e ele me quer”.
    A seleção musical depende da facilidade que a pessoa tem para dançar o ritmo. Também é importante escolher faixas que agradem aos dois. Para não dar algum fora na hora da dança, decore as batidas e pausas da música.